fbpx

S. H. Comunicação – Seu evento científico está aqui

Campus do IFMA em Barra do Corda realizará evento sobre o protagonismo da pessoa surda

Inscrições são gratuitas e vão até o dia 29 de setembro. Evento será transmitido no dia 30.

Por: IFMA

Campus do IFMA, em Barra do Corda, realizará evento sobre protagonismo da pessoa surda, no dia 30 de setembro
Inscrições são gratuitas e vão até o dia 29 de setembro. Evento será transmitido no dia 30.

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Campus Barra do Corda, por meio do Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNE),  promoverá no dia 30 de setembro o evento “Um olhar sobre o protagonismo e empoderamento do sujeito surdo” em alusão  ao mês de conquistas da comunidade surda, dentre elas o Dia nacional do surdo, e com o intuito de oferecer à comunidade surda cordina e aos profissionais que atuam na área da educação especial com foco na surdez um espaço para reflexões e questionamentos acerca de novas metodologias para a educação de crianças surdas e também apresentar casos de êxito educacional através de relatos de experiências de convidados e palestrantes.

O evento ocorrerá virtualmente e será transmitido pelo canal do Campus Barra do Corda no YouTube. As inscrições são gratuitas e poderão ser realizadas até o dia 29 de setembro no site do evento.

Dia nacional do surdo

Surdez é o nome dado à impossibilidade ou dificuldade de ouvir. A audição é constituída por um sistema de canais que conduz o som até o ouvido interno, onde essas ondas são transformadas em estímulos elétricos e enviadas ao cérebro, órgão responsável pelo reconhecimento daquilo que se ouve.

Uma das principais conquistas da pessoa com deficiência auditiva ao longo dos anos foi o reconhecimento da Língua Brasileira de Sinais (Libras) como meio legal de comunicação e expressão, por meio da Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002 e do Decreto nº 5.626/2005.

O dia 26 de setembro foi escolhido como Dia nacional de surdo, uma homenagem à criação da primeira Escola de Surdos do Brasil, em 1857, na cidade do Rio de Janeiro, que atualmente é denominada como Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES). A data foi instituída pela Lei nº 11.796, de 29 de outubro de 2008.